A dignificação da função docente passa pela valorização pessoal e profissional dos professores e educadores. A formação contínua é um dos processos fundamentais para a atualização científica e para uma mudança de métodos, hábitos, atitudes e comportamentos, viabilizando a melhoria da qualidade da Educação.

A formação de professores constitui-se, cada vez mais, como uma atividade fundamental para o êxito do processo educativo, para o qual é determinante o papel que desempenham as instituições de formação.

A qualidade da intervenção formativa está relacionada com o conhecimento das organizações, escolas e agrupamentos que se pretende apoiar e com uma articulação perfeita e flexível entre estes parceiros e o Centro de Formação, que permita o levantamento, análise e diagnóstico de necessidades de formação, tanto no que se refere à gestão organizacional, como também aos interesses e conveniência formativa dos docentes, viabilizando a eficácia das práticas e o desenvolvimento profissional.

 

 

Joaquim Raminhos